Amo Cachorros

Tudo sobre cães e o universo canino

Arte: Fotografia de animais de estimação – FotoPets

25 de maio de 2011  •  Arte

Se você ama cachorros, certamente deve apreciar belas fotografias de animais de estimação, especialmente dos melhores amigos do homem, não é?

Sempre que eu procuro material para publicar no Amo Cachorros, me deparo com belíssimas imagens de animais de estimação e foi durante esses passeios virtuais que conheci o trabalho da Vanessa Fermino e Sylvia Angélico do FotoPets.

Entrei em contato com a Vanessa (super querida, por sinal. Obrigada pelo carinho, Vanessa!) e pedi que ela nos contasse como é trabalhar com animais de estimação. Além de contar sobre seu trabalho-paixão, Vanessa conta sobre a adoção de Polly, uma SRD filhote que participou de uma sessão de fotos de cães carentes e acabou ganhando um lar. E ainda, você pode conferir as dicas da Vanessa sobre como tirar fotos de seus AUmigos. :)

Vale a pena conhecer!!! :)

Como surgiu o FotoPets

FotoPets Eu sou louca por fotografia e apaixonada por cachorros desde sempre, mas o FotoPets nasceu em 2005. A Sylvia, que é jornalista, trabalhou na revista Cães & Cia por alguns anos e por conta disso tínhamos muitos amigos criadores de cães, que foram meus primeiros clientes. Depois de um tempo comecei a fazer algumas sessões também para donos de bichinhos de estimação e vi que gostava até mais de trabalhar com pets do que para criadores. A liberdade de poder registrar as gracinhas e as caras fofas que eles fazem sem me limitar a só abordar o lado estético das raças me conquistou e acabei transformando o FotoPets em um "estúdio" realmente para pets.

Rotina de trabalho

Vivo dizendo que tenho o melhor trabalho do mundo. Sou paga para fazer as duas coisas que eu mais amo na vida: fotografar e brincar com cachorros, e ao mesmo tempo! Nada poderia ser melhor. Então a rotina é uma alegria, né? Até a parte da pós produção das fotos é um prazer. Adoro chegar ao escritório depois das sessões, abrir as imagens no computador e selecionar e retocar os 400, 500 cliques. É quase um passatempo! E também é nessa hora que eu consigo ver realmente o resultado do trabalho e fico imaginando a reação da família recebendo aquelas imagens depois.

As sessões de fotos

A grande maioria das nossas sessões é feita em parques, praças ou na casa do pet. Normalmente a gente combina de manhã, bem cedinho, ou no finalzinho da tarde, que são os melhores horários para fotografar usando luz natural - e também pra não judiar dos bichos nos horários muito quentes. A sessão em si consiste em brincar - mesmo! - com os pets, e seguí-los com a câmera, capturando todas as gracinhas. Depois a gente leva tudo pro escritório para selecionar e tratar cuidadosamente no computador as melhores imagens. Alguns dias depois a gente envia um link com as fotos selecionadas (sempre mais de 50 fotos), o cliente escolhe as que ele mais gosta e encomenda as impressões e produtos que ele deseja.

FotoPetsFotoPetsFotoPetsFotoPetsFotoPetsFotoPetsFotoPetsFotoPets
FotoPets [Clique para ver maior]

O que surpreende a cada sessão

Cada sessão é única. Cada pet reage de um jeito diferente, se comporta de um jeito diferente, gosta de brincadeiras diferentes. E eu adoro isso porque me garante que uma foto nunca será igual à outra. Gosto muito de ouvir as histórias dos "pais" dos pets sobre seus bichinhos durante as sessões. São sempre relatos de muito carinho, percebo que as pessoas que me procuram realmente consideram o pet um membro da família, e de alguma forma a gente sempre se identifica.

A diversão e emoção durante o trabalho

Casos divertidos acontecem em todas as sessões, porque a gente tenta sempre descontrair todo mundo para as fotos ficarem bem espontâneas. As sessões com filhotes são especialmente divertidas. Eles têm uma energia inesgotável e são ótimos palhacinhos.

As sessões que fazemos para ajudar na divulgação de pets carentes sempre são emocionantes. Não tem como não se comover com a história de cada um deles esperando por um lar. A gente sempre fica torcendo pra cada ser feliz numa família que cuide bem deles. Tanto que numa dessas sessões acabamos adotando uma das cadelinhas que foi fotografada. A Polly esperou mais de um ano para ser adotada depois que foi resgatada por uma protetora, mas agora mora com a gente e já está aprendendo a ser modelo!

Dicas para quem quer tirar fotos de seus cães

A principal dica é paciência. Eles não sabem ficar quietos, posando, então temos que fazer todo o trabalho por eles. Precisamos ficar com câmera pronta e apontada o tempo todo esperando o momento da pose acontecer para apertar o botão. Outra coisa importante é evitar usar o flash porque ele acaba causando aqueles "olhos de zumbis" e arruínam a expressão do bichinho. Mas acima de tudo, é sempre bom manter o bom humor e se divertir. Fotografar o pet deve ser um prazer não um aborrecimento, tanto para o pet quanto para o dono!

FotoPetsFotoPetsFotoPetsFotoPetsFotoPetsFotoPetsFotoPetsFotoPets
FotoPets [Clique para ver maior]

Conheça o FotoPets: www.fotopets.com.br