AmoCachorros.com.brAmo Cachorros

Tudo sobre cães e o universo canino.

Saúde Animal: Doença do Carrapato

Postado em: 25 de fevereiro de 2011 na seção: Saúde Animal

Por Dra. Juliana Baboghlian

Doença do Carrapato
Fotos concedidas gentilmente pelo Médico Veterinário Dr. Thiago Ito [Clique para ver maior]

O que é:

A Erliquiose, popularmente chamada de “doença do carrapato”, tem atualmente acometido muitos animais.

É causada por uma riquétsia (pequeno ser do grupo das bactérias) chamada Ehrlichia sp, transmitido por carrapatos, transfusões com sangue contaminado ou de forma iatrogênica. Nem todo carrapato transmite a doença, ele deve estar contaminado pela riquétsia.

A Ehrlichia sp é um parasita intracelular, vive dentro das células dos animais, onde se replicam causando o rompimento das células para liberação dos novos parasitas. A Ehrlichia canis se desenvolve nas células mononucleares, que são células sanguíneas de defesa. Por estarem na corrente sanguínea causam vasculite, que é a inflamação dos vasos sanguíneos, os vasos afetados tendem a aumentar sua permeabilidade, ou seja, suas paredes ficam mais finas e/ou lesionadas permitindo que o sangue passe por elas causando o sintoma mais conhecido: a hemorragia, que pode aparecer na forma de petéquias (pequenos pontos avermelhados na pele) ou em até grandes sangramentos aparentes quando crônica.

Alguns sintomas:

Os sintomas mais comuns são hemorragias, febre, emagrecimento, falta de apetite com perda de peso, mucosas pálidas, apatia, pode haver secreção ocular e nasal. 

Caso seu animal esteja com estes sintomas procure o mais rápido possível seu Veterinário, para que entre rapidamente com o tratamento a base de antibiótico específico e terapia suporte, pois a doença pode ser muita agressiva.  Mantenha sempre seu cão protegido contra os carrapatos usando medicamentos preventivos ou curativos, há grande quantidade de produtos eficazes no mercado como coleiras com repelentes e carrapaticidas de aplicação direta na pele do animal.

Doença do Carrapato
Fotos concedidas gentilmente pelo Médico Veterinário Dr. Thiago Ito [Clique para ver maior]

Cuidado!

É importante lembrar que a grande maioria dos carrapatos encontra-se no ambiente e não no animal. Eles têm o hábito de ficar em lugares altos e escondidos, como pequenas frestas na parede, nas plantas, nas casinhas dos animais. Então é fundamental fazer também o controle ambiental e também dos animais contactantes.

A seção "Saúde Animal" é escrita pela médica veterinária Dra. Juliana Baboghlian.

Atenção! É proibida a cópia ou qualquer outra forma de reprodução, integral ou parcial, sem prévia e expressa autorização do autor.

Créditos [Fotos]: Médico Veterinário Dr. Thiago Ito

Seção: Saúde Animal Tags:  , , , , , ,

 

 

Comentários em “Saúde Animal: Doença do Carrapato”

  1. Mari disse:

    Bom saber… ;)
    Vou fazer uma inspeção aqui em casa, pra manter a Millu segura! :)

  2. Cassia disse:

    Oi, Pri! Muito bom você trazer este assunto à tona! A veterinária que atende a Winie comentou comigo que nunca viu um verão com tanta infestação por pulgas e carrapatos… Assim, a prevenção torna-se o melhor remédio! Beijos!

  3. Cris disse:

    Aqui em Natal os carrapatos fazem a festa por conta do calor, é uma luta constante manter essas pestes longe dos aumigos. Minha Milly já teve e ficou MUITO ruim, a veterinária disse que só uma transfusão de sangue ia conseguir salva-la pq ela tinha perdido mto sangue e não ia ter como reagir aos medicamentos. Como as pessoas são amiiiigas e legaaaais, não consegui ninguém que aceitasse doar o sangue de um cachorro com mais de 25 kg “ah meu cachorro tem medo de agulha”. Enfim, a Milly tava geladinha, morrendo do meu lado (a vet já tinha mandado ela pra casa pq não tinha mais jeito) e eu liguei pra clínica chorando só pra dizer mesmo que ela tava morrendo, aí o atendente fofo disse que achava que ia sobrar sangue de uma transfusão, que ia pedir pra o dono de um poodlezinho. Corri levar a Milly às 2 da manhã! Foi um milagre ve-la reagir! Então fiquem atentos mesmo que essa doença pode ser fatal.

    Eu lembro que a vet falou que tinham 2 tipos de bactérias que causavam essa doença (a Milly estava com as 2, inclusive), uma delas não tinha cura, deixava a doença crônica, mas era um tipo mais brando.

    Adorei o post! E xô carrapato!

    Bjooos

  4. Parabéns pela idéia e pelo site rico em informações e dicas que nos auxiliam muito na criação de nossos bichinhos.

  5. Dmaster disse:

    Eu já tive um cachorro que morreu por conta disso.
    Os carrapatos chegavam por conta de cavalos que passavam na minha rua uma época.

    Depois disso, tomamos muito mais cuidado sem contar que conseguimos limpar a área que tinha onde os donos irresponsáveis dos cavalos levavam eles para pastar.

  6. Vany disse:

    Nossa, dica preciosa !!!!!

  7. Daninnha disse:

    Ontem perdi minha amiguinha Lillica, tudo aconteceu mto raapido… domingo ela estava tristinha na segunda vomitou…. ontem chamei o veterinario…. ele medicou, e pediu p observar, se ouvesse piora era pra ligar pra ele….. continuei dando os medicamentos….. mais ela nao aguentou…..Tenho duas pitty bull em csa…. nenhum dos meus animais tem carrapatos, mais uma vez morreu um cachorrinho q eu achei na rua lah em casa…. ele tava doente assim….. O que devo passar no meu quintal e na minha casa pra essa praga de doenca ir embora??? Nao quero perder minhas filhinas “/
    Obrigada
    Beijos a Todos

  8. ROSEANE disse:

    PERDI MINHA CACHORRINHA A 1 DIA ATRAS, PENSAMOS QUE ESTAVA COM ABORTO MAS DEPOIS DE 2 DIAS INTERNDA A VETERINARIA INFORMA QUE ESTAVA COM A DOENÇA DO CARRAPATO.
    NAO DEU TEMPO E A PERDEMOS, ELE FICOU NUSIA E ESCAPOU DE CASA.
    SE TIVESSEMOS INFORMAÇÃO NAO TERIA ACONTECIDO, NAO DESEJO A DOR QUE MINHA FAMILIA ESTA ESTA SENTIDO A NINGUEM,

    OBRIGADO

  9. Janaína disse:

    Ontem a noite perdi meu cachorro Julinho, ele estava fazendo tratamento pois estava com a doença do carrapato, dei os antobióticos mas ele não resistiu, sofreu muito antes de morrer, e eu continuo sofrendo muito, vou amá-lo pra sempre.
    É uma bactéria maldita que destruiu toda a defesa do organismo do meu cachorro e ele não conseguiu responder ao tratamento, não reagiu e se foi deixando muita saudade, o que me consola é saber que ele foi muito feliz quando esteve comigo, dei muito amor e carinho, atenção sempre, e seu amor incondicional me recebia todos os dias no retorno do trabalho.
    Saudades

  10. Anônimo disse:

    meu cachorro apresenta sintomas, periodicamente apresenta um tipo de conjuntivite e a água que sai dos olhos cozinha todo envolta e coça, aparenta dores no corpo, não se alimenta, o pêlo fica envelhecido, inflama as patinhas, saem feridas no céu da boca…quando está assim dou um antialérgico, corticoten de 20 ml, é o que ajuda a controlar por um período. Já levei em vários veterinários mas sem sucesso…Alguém poderia me ajudar a descobrir que tipo de doença meu cachorro tem? – Se eu não der esse antialégico a ele, a tendencia é piorar as crises e até morrer…Se alguém tiver uma opinião agradeço muito. até!

  11. tenho 5 cachorros vou observar melhor eles

Comentar

* Obrigatório!

Untitled Document