AmoCachorros.com.brAmo Cachorros

Tudo sobre cães e o universo canino.

Seção:  “Meu AmiCÃO”

Meu AmiCÃO é a seção do Amo Cachorros que conta com participações de leitores e seus fiéis companheiros. São histórias reais (e muitas vezes emocionantes), que mostram que o cachorro é realmente o melhor amigo do homem.

[Dica] Como escolher o nome do meu cachorro?

Por Priscila Magalhães

Criei um post curtinho na página do Amo Cachorros no Facebook (Não segue? Siga: fb.com/AmoCachorros) com o título: "Como devo escolher o nome do meu cachorro?" e resolvi compartilhar aqui no blog também. Confira as dicas abaixo:

Como escolher o nome do meu cachorro?
  • Escolha nomes curtos e fáceis, assim o animal aprenderá rapidamente;
  • Evite nomes que rimem ou se pareçam com a palavra: "NÃO", pois durante o adestramento o nome e a advertência podem deixar o animal confuso;
  • Evite nomes de parentes e vizinhos;
  • Por fim, use a criatividade ou se inspire nos nomes mais comuns:
    Fêmeas: Mel, Lola, Mia, Julie, Suzy, Lassie, Laika e Xuxa.
    Machos: Bob, Snoopy, Marley, Rex, Thor, Nemo e Floquinho.

Como foi o processo de escolha do nome do seu AUmiguinho? Conta pra gente!

Ainda está em dúvida e não sabe qual nome escolher?
Reúna a sua família e faça uma votação. Crie um ambiente divertido e a criatividade irá fluir. E se mesmo assim, não for decidido um nome, use as redes sociais (como o Facebook) e peça ajuda aos seus amigos. Tenho certeza que irá surgir um nome bem legal rapidinho! Boa sorte e volte para contar como foi. ;)

Lembre-se: cuide bem do novo membro da família.

Seção: Curiosidades, Diversos, Meu AmiCÃO Tags:  , , , , , , , , ,

Meu AmiCÃO: Adriano, “Nick, Theo e Bento”

Por Priscila Magalhães

A seção “Meu AmiCÃO” tirou "férias", mas não foi por falta de participantes, que fique claro! :P Todas os e-mails recebidos com histórias e fotos de seus companheiros serão publicados. E quem quiser participar, pode enviar e-mail para priscila@amocachorros.com.br ;)

O participante de hoje é o Adriano, amigo que conheci através desse blog! O Adriano é proprietário da marca Cãoforto e Cãompanhia e foi convidado a participação da seção “Meu AmiCÃO” para contar um pouco sobre sua relação com seus fiéis companheiros. ;)

Adriano, obrigada pela participação! :)

Meu AmiCÃO: Adriano, Nick, Theo e Bento
Nick, Theo e Bento

AmiCÃES de Adriano

Nick, SRD (mestiço de golden) 7 anos, Theo e Bento, Poodles, 1 ano.

O Nick nós ganhamos de uma amiga que o havia ganhado de outra pessoa, porém, ela  não poderia ficar com ele. Isso foi em 2004.
Nós nos apaixonamos por ele logo que o vimos, ainda bem pequeno. Foi então que decidimos "adotá-lo". Hoje ele está com 7 anos.

Os poodles Theo e Bento são irmãos da mesma ninhada, foram adquiridos em 2010, de uma vizinha que estava vendendo por um preço simbólico,
já que ela não poderia ficar com os filhotes que nasceram de uma ninhada de 5 filhotes.

A chegada dos amiCÃES e a rotina

Mudou tudo, principalmente quando pegamos o Nick, pois eu nunca havia tido um cão apesar de sempre ter gostado de animais.

Quando eu era criança havia tido peixes, passarinhos e gato, mas nunca um cão.
Aprendemos que um cão é um ser que merece todo nosso cuidado, já que optamos em  trazê-lo para o nosso lar, devemos dar a atenção e os cuidados necessários.
Não podemos nunca deixar de considerar ele como um membro da família.

Ensinamentos caninos

Sem dúvida foi um grande aprendizado, principalmente em relação ao Nick que é nosso primeiro cão, ele me ensinou e continua ensinando.

Meu AmiCÃO: Adriano, Nick, Theo e BentoMeu AmiCÃO: Adriano, Nick, Theo e BentoMeu AmiCÃO: Adriano, Nick, Theo e Bento
Nick curtindo a preguiça! [Clique para ver maior]

Ele é um cão mto amoroso, companheiro, brincalhão (apesar de algumas travessuras) e inteligente!
Claro que devemos dar umas broncas às vezes, mas esse é o lado interessante, pois também temos que aprender a saber dar estas broncas.

O convívio com eles nos ensinou a sermos mais tolerantes, amorosos, pacientes e a retribuir carinho. Pois eles nunca estão de mau humor e sempre abanam o rabo com a nossa chegada,  ficam felizes apenas em nos ver, isso é um grande aprendizado para qualquer ser humano. Tenho certeza que nossa família sente uma amor muito grande por eles.

Todo mundo que tem um ou mais cães sabe do estou falando! Nós humanos disputamos tudo, brigamos, fazemos guerra, matamos uns aos outros. Mas os cães principalmente, são absurdamente fiés ao seus donos, e para isso devemos dar carinho, brincar e alimentá-los. É inacreditável pensar que exista ainda muitas pessoas que maltratam, abandonam ou não cuidam direito destes seres.

Momentos descontraídos

O Nick adora comer cenoura e/ou batata cruas, descobrimos isso quando ele roubou uma batata que caiu no chão e a devorou em segundos. Ele adora tomar banho.
Adora que jogue uma bolinha para ele pegar, porém ele não devolve a bola fácil, você tem que "arrancar" a bola da boca dele para jogar novamente.

Meu AmiCÃO: Adriano, Nick, Theo e BentoMeu AmiCÃO: Adriano, Nick, Theo e BentoMeu AmiCÃO: Adriano, Nick, Theo e Bento
Theo e Bento fofos! [Clique para ver maior]

Os poodles (Theo e Bento) estragaram um sofá e comem tudo que está pela frente. Temos que tomar cuidado com qualquer objeto, pois são curiosos e mordem e pegam qualquer coisa.
Eles ainda são novinhos, dois "moleques". Mas são muito amorosos e estão sempre "pedindo" carinho.

Todo cão, independente de raça, fica feliz em brincar e passear com seu dono. Nossos cães ficam muito felizes, em passear e adoram uma brincadeira. Infelizmente não podemos passear todos os dias com eles, mas quando fazemos isso é muito divertido para nós e para eles.

A seção "Meu AmiCÃO" é publicada toda semana e serve para compartilhar as histórias de leitores e seus amiCÃES. ;) Caso você queira participar, entre em contato através do e-mail: priscila@amocachorros.com.br com o título: "Meu AmiCÃO"

Seção: Meu AmiCÃO Tags:  , , , , , , ,

Meu AmiCÃO: Reinaldo, “Nina e Filó”

Por Priscila Magalhães

Hoje a participação é super especial, conheci o Reinaldo através do Facebook e o convidei a participar da seção "Meu AmiCÃO". Ele topou e enviou a sua história tão organizada, que vou publicar exatamente como recebi! ;)

Reinaldo, obrigada pela participação e pelo carinho! Lambeijokas na Nina e Filó! ;)

Meu AmiCÃO

Reinaldo, Nina e Filó

Reinaldo Luz Santos é publicitário, empresário e criador da iniciativa “É bom ser do bem”. Tem duas vira-latas, com quem tem muitas histórias, e já um fã do site “AmoCachorros.com.br”. E isso é verdade, ele realmente ama cachorros!

Raças e Idades

Nina: mistura de pastor com vira-lata. 7 anos.
Filó:   Vira-lata legítima. 1 ano.

Como elas entraram em minha vida

Nina eu herdei. Ela era da minha namorada, mas quando casamos ganhei de brinde uma filhinha, a Nina!

Meu AmiCÃOMeu AmiCÃO
Nina

Filó é uma história a parte, cheia de tristeza no começo, mas com um final feliz.
Em novembro de 2010 estávamos voltando pra casa, pela rodovia Fernão Dias, e avistei de longe uma cadelinha que tinha acabado de ser atropelada e estava jogada no canto da estrada. Era a Filó. O atropelador, irresponsável, fugiu.

A princípio eu pensei em parar apenas pra colocar ela no canto, pois pensei que estivesse morta. Ela estava sangrando muito, com as duas pernas quebradas, “literalmente” estraçalhadas. Mas quando paramos o carro e chegamos perto, ela estava com os olhos abertos, estática, em choque, mas respirando.

Não pensamos duas vezes, pegamos ela e levamos a um veterinário. O primeiro veterinário que levamos disse que ela não iria sobreviver, sugeriu que sacrificássemos, mas nós pedimos que ele a reanimasse pra que nós pudéssemos cuidar dela. E foi o que fizemos desde então.

Meu AmiCÃOMeu AmiCÃO
Filó e a sua patinha ferida

O que elas mudaram em nossas vidas

Alguns meses se passaram. A Filó sofreu bastante, demorou horas pra voltar do choque, demorou dias pra parar de chorar de dor, demorou meses pra começar a andar. Ela operou de uma das pernas e a outra não tinha o que fazermos. Então nós esperamos pra amputar. Mas tamanha foi a nossa paciência e fé que a perninha desenganada se curou sozinha. Atualmente ela está muito bem, começou a andar a pouco tempo e, mesmo tortinha (especial) está feliz e nos deixando muito feliz também!

Minha mãe guerreira, Dona Virgínia, foi quem cuidou da Filó, fazendo curativos da cirurgia, dando comida na boca e muito mais. Minha sobrinha Stephanie também se contagiou e se mostrou incrivelmente responsável ajudando todos os dias nos curativos.

A Nina não fica pra traz em nossas vidas. Ela bagunça nossas vidas todos os dias quando se mostra um doce de cadela. Ela é o tipo de cachorra que dá medo de ver de longe, pelo tamanho, mas quando chegamos perto e vemos o olhar dela logo se percebe que ela é mansa de tudo! Ela só tem tamanho, mas é incrivelmente carinhosa!

Qual a importância delas em nossas vidas

A Filó, ao meu ver, deu um motivo para minha mãe sorrir. A cada melhora dela minha mãe se animava e comemorava. Quando ela começou a andar então, todos nós ficamos espantados (Video: http://migre.me/40jFE). Com certeza a Filó ela nos ensinou muito, ela nos uniu e nos fez entender que vale a pena acreditar na vida!

Meu AmiCÃOMeu AmiCÃO
Filó se recuperando

A Nina, com todo seu carinho e meiguice, nos lembra todos os dias de algo que acredito muito, “o poder da gentileza”. Ela nos derruba cada vez que joga pra nós aquele olhar de coitadinha, como dizemos, como se estivesse dizendo “só quero carinho, nada mais!”.

Manias, brincadeiras e coisas engraçadas

Uma coisa engraçada sobre a Nina é a mania dela de deitar de barriga pra cima pra ganhar carinho. Primeiro que ela é grandona, ela vem nos receber com uma festa só quando chegamos. Ai de repente ela começa a roda e se joga no chão. Se joga mesmo, as vezes faz até barulho. E lá fica ela com a barriga pra cima, com aquele olhar de coitadinha, pedindo carinho!

Meu AmiCÃOMeu AmiCÃO
Nina toda fofa

O mico fica pra mim quando tento fazer graça com ela para os amigos. Já a algum tempo estou ensinando ela a sentar e dar a pata. E ela está aprendendo, está super obediente. Mas quando chega visita lá vou eu mostra para os amigos o que ensinei a ela. E claro, adivinhem, ela só senta e dá a pata quando ninguém está olhando! Quando tem visita, ela faz o que melhor sabe fazer, cai no chão de barriga pro alto pedindo carinho!!! E eu... só me resta ficar com cara de bobo!

Já a Filó nos encanta com seus uivos. Agora ela já está latindo, mas nas primeiras semanas a gente ficava brincando com ela, provocando quando chegávamos e ela nos recebia com alegria, tentando balançar o rabo e tentando latir. Só que, talvez pela dor, ela não conseguia latir, só uivar! Agora imaginem a gente fazendo festa, chamando de bonitinha, batendo palmas e ela acompanhando, uivando, quase parecendo falar. Não dá pra explicar, devíamos ter gravado, mas era demais!!!

Ah, tem outra coisa interessante sobre mim e os cachorros! Eu amo muito os cães, muito mesmo! Não posso ver um cachorro  na rua que quero passar a mão, dar um carinho, comida se eu tiver. Isso começou aos poucos, um dia vi um cachorro na rua e pedi pra um amigo fazer uma foto. Agora, nas viagens, sempre que paro pra acarinhar um cachorro na rua vem um amigo e faz uma foto. Resultado, hoje tenho uma coleção de umas 200 fotos com cachorros desconhecidos ou de rua!

Meu AmiCÃOMeu AmiCÃO
Reinaldo, "Nina e Filó"

Enfim, cachorros são tudo de bom. Eu sou da teoria que todas as crianças deviam ganhar vira-latas pra cuidar. Assim eles aprenderiam a ser responsáveis e ao mesmo tempo (e mais importante) aprenderiam desde cedo o valor do amor pelos animais, pelos bichos e pelo próximo!

A seção "Meu AmiCÃO" é publicada toda semana e serve para compartilhar as histórias de leitores e seus amiCÃES. ;) Caso você queira participar, entre em contato através do e-mail: priscila@amocachorros.com.br com o título: "Meu AmiCÃO"

Seção: Meu AmiCÃO Tags:  , , , , , , , ,

Eles também amam cachorros: The O.C.

Por Priscila Magalhães

The O.C (O.C.: Um Estranho no Paraíso) é uma série produzida pela Warner que foi ao ar em agosto de 2003, durou 4 temporadas e teve fim em fevereiro de 2007.

The O.C contava a história de pré-adolescentes que viviem em Newport Beach no Condado de Orange, na Califórnia. Drama, comédia e romance faziam de The O.C uma séria muito especial. ;)

Sou fã de The O.C e achei legal ver que os personagens dessa série (que deixou saudades) são tão amigos dos animais! :)

Elenco de The O.C
Adam Brody
Elenco de The O.C
Rachel Bilson
Elenco de The O.C
Benjamin McKenzie
Elenco de The O.C
Mischa Barton

Seção: Celebridades, Meu AmiCÃO Tags:  , , , , , , ,

Meu AmiCÃO: Juliana e “Théo”

Por Priscila Magalhães

A leitora Juliana Rincão de Catinguá, São Paulo enviou a sua história e do seu amiCÃO Théo. Confira. ;)
Ju, obrigada pela participação! ;)

Meu AmiCÃO

Ju e seu AmiCÃO Théo

Eu tinha um cachorro adotado, ele era Cocker misturado com outra raça. Esse cachorro ia com o meu pai para o sítio todos os dias, era super apaixonado por todos nós. No dia 03/10/2008, dia de eleição, meu pai estava no portão vendo a passeata do vencedor, quando o nosso cachorro passou entre as pernas do meu pai, se assustou com um rojão e foi atropelado. Corremos com ele para o veterinário, mas infelizmente ele nos deixou. A dor pela perda desse cachorro (Théo 1) foi tão grande que meu pai nem comia mais, o cachorro vivia atrás dele.

Eu precisava resolver essa situação de angústia e tristeza, comecei a procurar um Cocker preto, bem parecido com esse cachorro que perdemos, três dias depois, achei em São José do Rio Preto um Cocker que havia nascido no dia 09/09/2008. O Théo foi cuidado com muito carinho, como se fosse um bebê. Dormia no meu quarto até tomar a última vacina, para não pegar nenhuma doença.

Hoje o Théo é terrível, fogueteiro, adora latir e bagunçar. Quando o carro do gás passa, ele fica uivando. O vendedor o apelidou de cachorro cantor (risos).

Meu AmiCÃOMeu AmiCÃO
Ju e Théo

Ele é meu bebê! O amor que tenho por ele é inexplicável. Ele tem alguns apelidos, um deles é MOTOCA (risos). Não sei o motivo, tem aquelas bobeiras ao conversar com ele, falando coisas que às vezes nem eu entendo (risos).

O Théo é muito inteligente. Quando eu falo: "vamos passear", "vamos beber água", "vem no colinho da mama, coçar a orelhinha", ele entende tudo!

Em minha casa tem um canteiro de flores, sempre aparecem lagartinhos verdes e o Théo fica louco. Um dia, ele pegou um lagartinho, matou e levou para debaixo do carro. Ele ficou horas olhando para o lagarto (risos).

São tantas coisas que ele faz, que eu se eu for contar tudo, ficarei aqui até amanhã (risos).  
Enfim, o Théo é a alegria da casa, é o bebê!

A seção "Meu AmiCÃO" é publicada toda semana e serve para compartilhar as histórias de leitores e seus amiCÃES. ;) Caso você queira participar, entre em contato através do e-mail: priscila@amocachorros.com.br com o título: "Meu AmiCÃO"

Seção: Meu AmiCÃO Tags:  , , , , , ,

Meu AmiCÃO: Manu, “Astor e Valentina”

Por Priscila Magalhães

A Emmanuele, mais conhecida como Manu é programadora, mora em Ubatuba, litoral de São Paulo e adora cachorros. Ela tem um blog http://manuperes.wordpress.com

Hoje a Manu irá contar um pouco sobre os seus amiCÃES.

Manu, obrigada pela participação! ;)

Meu AmiCÃO

Nomes, Raças e Idades

Valentina é uma Pinscher e tem 4 anos.
Astor é um Weimaraner e tem 3 anos.

Manu e seus amiCÃES

Valentina entrou em minha vida assim que me casei e me mudei para Ubatuba-SP. Ela veio filhotinha e era filha de um cachorro que eu tinha na casa de meus pais, o Pitoco.

Meu AmiCÃO - ValentinaMeu AmiCÃO - Valentina
Valentina! :)

Como eu mudei de uma casa para um apartamento (ou apertamento. Hehehe) optei por um cachorrinho pequeno para me fazer companhia

A Valentina já está comigo há 4 anos e é a dona do pedaço! Dorme no nosso quarto e é uma azedinha!

Meu AmiCÃO - AstorMeu AmiCÃO - Astor
Astor :D

Astor esta comigo há 3 meses, é um Weimaraner e pegamos ele de um casal que o achou na rua, provavelmente ele foi abandonado pelo dono pois antes de eu pegá-lo, foi espalhado cartazes pela cidade toda procurando o tal dono do cachorro.

O casal que me deu o Astor, não tinha espaço suficiente na casa para ele, e eu tinha acabado de me mudar para uma casa maior e queria um cachorro grande, que fosse "bravo", mas que não encrencasse com a Valentina. A primeira vista me assustei com ele, mas logo ele se acostumou com a casa e com a gente. O Astor é um bebezão! Muito dócil, companheiro e tem mania de mamar no seu cobertorzinho!

A seção "Meu AmiCÃO" é publicada toda semana e serve para compartilhar as histórias de leitores e seus amiCÃES. ;) Caso você queira participar, entre em contato através do e-mail: priscila@amocachorros.com.br com o título: "Meu AmiCÃO"

Seção: Meu AmiCÃO Tags:  , , , , , ,

Meu AmiCÃO: Regina, “Xandor e Brenda”

Por Priscila Magalhães

A história da leitora Regina (que por sinal é uma leitora muiito querida!) e seus amiCÃES é bem concisa, mas não deixa de ser especial. ;) Já tivemos dois pastores em casa e sabemos o quanto essa raça é especial (tá bom, todos os cachorros são especiais, não é? Hahaha!). :)

Rê, obrigada pela participação! AUbraços para os seus amiCÃES! ;)

Conheçam um pouco da história dessa dupla companheiríssima! :)

Meu AmiCÃO

Regina e seus amiCÃES

Um belo dia entrei na internet e procurei por vários sites de canis. Encontrei especializado em pastores. Liguei para esse canil e perguntei como teria que fazer para adquirir um casal. Marquei com o proprietário e fui até o local.

Conheci o canil e adorei. Era super organizado e com uma boa estrutura.

Tive que entrar na fila de espera por um macho que havia acabado de nascer, que é hoje o Xandor. E após uns 20 dias, nascia a ninhada da fêmea, que é hoje a Brenda, de outro canil.

Pronto! Estava formada a minha dupla perfeita.

Meu AmiCÃOMeu AmiCÃOMeu AmiCÃO
Meu AmiCÃOMeu AmiCÃOMeu AmiCÃO
Os dois são fofos! [Clique na imagem para ver maior]

 Xandor nasceu em 20/09/2009 e a Brenda 10/10/2009.

Quando eles vieram para casa, eles dormiam no meu quarto, pois era muito quente e no quarto tinha ar condicionado.

O Xandor é super ciumento e mandão. A Brenda é muito inteligente e mais esperta, acaba fazendo do Xandor um verdadeiro cachorrinho.

Eu e o pai, tratamos como o Xandor e a Brenda como se fossem filhos. Quando eles choram, por exemplo, fico preocupada pois nunca vi eles chorarem como todo cachorro tem mania. Coisas de "mãe".

A única coisa que falta é adestrá-los que é o meu sonho, mas não tive até agora uma sobrinha de renda para tal, mas se Deus quiser ainda vou conseguir adestrá-los.

Meu AmiCÃOMeu AmiCÃOMeu AmiCÃO
Meu AmiCÃOMeu AmiCÃOMeu AmiCÃO
Xandor e Brenda em vários momentos. :D São super companheiros! [Clique na imagem para ver maior]

A seção "Meu AmiCÃO" é publicada toda semana e serve para compartilhar as histórias de leitores e seus amiCÃES. ;) Caso você queira participar, entre em contato através do e-mail: priscila@amocachorros.com.br com o título: "Meu AmiCÃO"

Seção: Meu AmiCÃO Tags:  , , , , , , , ,

Meu AmiCÃO: Vicky, “Frank e Mascote”

Por Priscila Magalhães

A convidada de hoje é a Viviane, mais conhecida por Vicky.
No início da minha vida "blogueira", acessava o site da Vicky todos os dias, sempre na vontade de poder pegar todos gifs fofos, todos os calendários, scripts e fofurices para enfeitar o meu blog. Se você "bloga" há um bom tempo, deve ser lembrar do http://www.vickys.com.br. Além de ter várias coisinhas para enfeitar os blogs e sites, ela também disponibilizava templates gratuitos. Era muiiito amor! <3

Vicky, obrigada por compartilhar a sua história! :D

Hoje ela irá contar um pouco sobre a sua história e de seus amiCÃES. ;)

Meu Ami<strong/><noscript><img src=
"Meu AmiCÃO": A história de Vicky e seus amiCÃES!

Vicky e seus amiCÃES

Tenho dois peludos. O Frank que tem aproximadamente 2 anos e é um Shih-Tzu e o Mascote que é um SRD e tem aproximadamente 1 ano.

Bom, para contar como o Frank surgiu em minha vida preciso falar de outro cãozinho, o Maneco. Ele era um SRD e esteve comigo por 9 anos. Quando eu o adotei ele deveria já ter uns 2 anos. Há um pouco mais de 1 ano o Maneco adoeceu e logo faleceu. Fiquei arrasada por ter perdido meu amigo e também porque foi muito difícil para ele.

Meu AmiCÃO: MANECO
Maneco virou estrelinha! :(

Na mesma época, um amigo meu estava procurando alguém conhecido para ficar com um cãozinho, pois ele e sua esposa já tinham muitos bichinhos e o tal cãozinho precisava de mais atenção do que eles poderiam dar. Então, no dia 26 de dezembro 2009 o Frank chegou aqui em casa com chapéu de Papai Noel e tudo!

Sobre o Mascote, eu não estava procurando outro cãozinho nem nada, mas foi por acaso que fiquei sabendo dele. E aquela carinha dele não saiu da minha cabeça! Acabei entrando em contato com a protetora dele para saber do cãozinho e após conversar bastante com ela decidi adotá-lo.

Os dois são extremamente importantes para mim! Eles passam a fazer parte da gente de tal forma que simplesmente não dá para imaginar a vida sem eles. Mesmo os cãezinhos que já se foram, permanecem dentro de mim para sempre.

Manias do Frank e Mascote

O Frank é um amor, um fofucho! Um típico Shih-Tzu, mas odeia ser penteado e escovado. É o terror do pet shop. Ele não fica quieto de jeito nenhum, principalmente quando precisa mexer na cabeça. Acho que ele não foi acostumado a isso quando era filhote.

Meu AmiCÃOMeu AmiCÃOMeu AmiCÃO
Frank super engraçadinho!

O Mascote é um filhotão. Super mansinho e olha pra gente de um jeito que dá vontade de apertá-lo! Adora perseguir pássaros e insetos e odeia o flash da minha câmera. Para tirar fotos dele, preciso levá-lo para um local bem iluminado e durante o dia para poder ficar mais ou menos, mesmo assim, esse menino fica muito bem nas fotos! :)

Meu AmiCÃOMeu AmiCÃOMeu AmiCÃO
Mascote cheio de charme!

O amor de Vicky pelos cachorros

Tenho cães desde que tinha uns oito anos de idade. Desde essa época, sempre tive um cãozinho. Quando o Maneco se foi, a casa ficou grande e vazia. Acho que é assim que consigo diferenciar a vida com meus peludos e sem eles. Sem esses amicães, fica um vazio. Uma sensação de que está faltando alguma coisa. Uma casa sem cachorro não é um lar para mim.

Momentos marcantes

Não consigo escolher um momento marcante sobre os dois. Cada dia é uma coisa nova. A cada dia que se passa, eu gosto mais e mais desses bichinhos. Acho que o momento mais marcante é aquele em que você percebe pela primeira vez, que o peludinho confia e gosta em você. Quando adotamos um cão já crescido, dá para notar esse progresso.

Meu AmiCÃOMeu AmiCÃOMeu AmiCÃO
O Mascote é muito lindinho!

Hora da diversão

Situações divertidas? Tem várias!!!! O Frank é todo bonitinho e cute, cute, tudo que ele faz é bonitinho. Hehehe! :D Mas as situações mais engraçadas com ele, com certeza são as dos arrotos! Ele arrota muito e bem alto. Quem escuta, não acredita quando eu falo: "foi o cachorro!".

Uma vez eu estava no telefone e o Frank estava perto e arrotou alto assim, a pessoa do outro lado da linha ouviu!!!!! Hehehe!

Às vezes ele pisa, deita ou senta nos controles remotos e troca de canal. Ou o que eu gosto mais: desprograma toda a TV. Hahaha.

Meu AmiCÃOMeu AmiCÃOMeu AmiCÃO
Olha que fofo!

Já o Mascote faz cada coisa! Já o vi pegar uma mariposa com a boca, soltar e pegar de novo e por fim, deixar ela escapar novamente. Um dia ele latia furiosamente e eu fui correndo desesperada ver. Era uma formiga! Juro!

A seção "Meu AmiCÃO" é publicada toda semana e serve para compartilhar as histórias de leitores e seus amiCÃES. ;) Caso você queira participar, entre em contato através do e-mail: priscila@amocachorros.com.br com o título: "Meu AmiCÃO"

Seção: Meu AmiCÃO Tags:  , , , , , ,

Meu AmiCÃO: Nadyne, “Drica e Emito”

Por Priscila Magalhães

Depois de um descanso, voltamos com a seção "Meu AmiCÃO". ;)

A convidada de hoje é a Nadyne, uma blogueira de 17 anos, que cursa Processos Gerenciais na UFSM e adora seus amiCÃES. Tanto que no finalzinho do ano passado, ela me enviou essa história para ser publicada no Amo Cachorros. :D
Nadyne, obrigada pelo carinho!!! ;)

Meus AmiCÃES
"Meu AmiCÃES": A história de Nadyne e seus amiCÃES!

Nomes, raças e idades

O Emito é o mais velhinho, ele é um Poodle tem 9 anos e 2 meses.

A Drica tem 7 anos e 1 mês e é da raça Fila (o pai é fila brasileiro, a mãe é outro tipo de fila).

Quando e como seus amiCÃES entraram em sua vida?

O Emito entrou em minha vida por meio de minha mãe. Como eu tinha apenas um pastor alemão o Capitão (e ele não gostava de crianças), minha mãe resolveu aparecer lá em casa com uma bolinha preta no colo. Eu perguntei pra ela o que era aquilo e ela disse: "O novo cachorro". Adoreeeeei, ainda mais que ele é pretinho! Adoro cachorrinhos pretos!

Eu não sei como minha mãe soube que o Emito estava para doação.

Compramos a Drica após a morte do Capitão. Como moramos em um bairro movimentado, teríamos que ter um cachorro guardando a casa. Resolvemos então, comprá-la. Quando fomos escolher um cachorro, a Drica era a mais ativa e a mais bonitinha. Soubemos dela por meio de uma veterinária nossa.

O que vocês fazem juntos? Quais são os tipos de brincadeiras e atividades?

Eu e o Emito adoramos brincar de bolinha, por ele ser meio cego ele tem que ter bolinhas fluorescentes pra enxergar.

Ele adora subir no sofá, mesmo sabendo que não pode.

O Emito corre pra lá e pra cá com a Drica e cansa super fácil.

Adora passear na rua, mijar em tuuuuudo e farejar qualquer cheiro diferente que estiver no chão.

O carinho que ele mais gosta é na barriga, ele chega a te olhar pedindo carinho quando nós paramos de fazer.

A Drica é uma cadela super dócil e queridinha, adora a atenção das pessoas. Ela gosta de ficar com as duas patas no nosso colo, é só o que cabe dela.

Ela é enorme e fica quase do meu tamanho de pé. Adora dar a pata e quando ela faz isso, fazemos carinho na pata dela.

Gosta de correr, brincar de "mordidinhas" e carinho no pescoço.

A Drica é muuuuito babona, quando nos vê comendo algo, começa a lambuseira de baba no chão.

Meu AmiCÃO: DricaMeu AmiCÃO: DricaMeu AmiCÃO: Drica
Meu AmiCÃO: Drica

Seus amiCÃES tem manias?

O Emito quando passeia sempre faz cocô em calçadas, nunca em gramas. Tem mania de puxar aquela guia até quase se enforcar. Como ele não enxerga à noite, vive se batendo nos móveis e nas paredes, e mesmo assim ele anda rápido fora de casa.

Quando soltamos a Drica, o Emito morde as pelancas dela, mas não muito forte, e ela não ta nem aí pra ele. Tem vezes que eu tento entender como ela é tão calma com ele.

O Emito adora rosnar pra tudo, quando vamos pegar ele no colo, quando vamos pegar a bolinha dele, mas ele tem uma mania muito engraçada: quando entra alguém no pátio ele não faz nada, mas quando essa pessoa vai embora ele morde os calcanhares dela. Hahaha. Eu acho engraçado, pois o nosso pastor alemão fazia o mesmo, ele deixava o ladrão entrar, mas não deixava sair.

A Drica é uma cadela que quer sempre estar no colo, mas ela não tem noção nem do tamanho e nem da força dela. Quando ela brinca de mordidinhas, acaba forçando muito os dentes no nosso braço e às vezes até machuca. Quando ela inventa de correr ela nos dá umas batidas fortes.

Uma mania que ela tem é de comer a comida do Emito e tomar a água dele, pois ela é muito ciumenta e tudo o que dissermos pra ela que é do Emito, ela quer.

Situações curiosas

O Emito é um cachorro de sete vidas. Quando ele era pequeno, o nome dele era Brigadeiro e teve um dia que ele comeu veneno de rato. Ele ficou mal e quase morreu!

Meu AmiCÃO: EmitoMeu AmiCÃO: EmitoMeu AmiCÃO: Emito
Meu AmiCÃO: Emito

Meu pai disse: "Se esse cachorro sobreviver, ele vai ter o nome de um cachorro quando eu era criança, vai ser Emito".

Desde então ele já passou por bons bocados. Ele já distendeu a pata traseira, já comeu muito até ter uma infecção estomacal e já fugiu de casa e ficou fora por quatro dias.

Um dia eu fui para o cursinho e o Emito não estava em casa. Achávamos que ele estava no porão, mas ele não estava em lugar nenhum. Começamos uma busca, passamos por vilas e vilas, pegando dicas de onde ele estaria.

Essa busca durou quatro dias até acharmos ele em uma casa em um vilarejo próximo. O Emito estava brincando com uma menininha, quando o encontramos, ele ficou radiante de saudade. Pude ver nos olhinhos dele, que ele sentia saudade de estar conosco.

Infelizmente tivemos que levá-lo embora, mas demos uma recompensa em dinheiro, para aquela família pobre.

Durante a procura pelo Emito, soubemos que ele foi roubado por um carroceiro. Ele pulou da carroça e saiu rua a fora nessa vila. Um homem que trabalhava em uma mecânica foi a nossa salvação, ele disse que viu um cão preto quase ser atropelado por um caminhão e ele estava muito assustado. Fomos de casa em casa e encontramos o senhor que achou o nosso Emito.

A seção "Meu AmiCÃO" é publicada toda semana e serve para compartilhar as histórias de leitores e seus amiCÃES. ;) Caso você queira participar, entre em contato através do e-mail: priscila@amocachorros.com.br com o título: "Meu AmiCÃO"

Seção: Meu AmiCÃO Tags:  , , , , , ,

AmiCÃES do Amo Cachorros!

Por Priscila Magalhães

Quero aproveitar o clima de Natal e agradecer a cada participante da seção "Meu AmiCÃO". Aprendi muito com todas as histórias compartilhadas, além de me divertir montando os posts! :D

Cada um de vocês, amigos peludos ou não, são muito importantes para o Amo Cachorros. Vocês fazem do blog um lugar especial! Muito obrigada, amiCÃES. ;)

Feliz NatAULinkNanaOpashMelJully e LipKiki, Fê e PalomaBabyMelSofia, Nina e TicaJullyPepe, Phoebe e AmendoimJazz e MaluVickyWiniePablo, Meg e FuleiroChokitoObrigada, AmiCÃES

Voltarei com posts do "Meu AmiCÃO" em 2011. :)
Quer participar da seção? Escreva para priscila@amocachorros.com.br e receba informações! ;)

Seção: Meu AmiCÃO Tags:  , , , , ,

Untitled Document