Meu AmiCÃO

Meu AmiCÃO: Cassia e “Winie”

A seção “Meu AmiCÃO” surgiu para aproximar vocês, leitores, do blog.
Fico super feliz quando novos leitores surgem e mandam mensagens ou deixam comentários carinhosos. Vocês não tem noção do tamanho do meu sorriso, quando leio as suas mensagens. Não existe incentivo maior do que esse! Obrigada, mil vezes obrigada! ;)

É por isso que tenho convidado pessoas bem diferentes para participarem da seção mais divertida desse blog! :)

A convidada de hoje é a Cassia, uma leitora muito querida e que tem uma história muito fofa para contar! ;)

Cassia é advogada de formação, mas "cachorreira" de coração. De alguma forma, acabou se embrenhenado na área jurídica, mesmo com o carinho e interesse por animais em geral e, especialmente, os cães, devidamente arraigado no seu ser desde que era bem pequena. Durante anos trabalhou na área jurídica e, após se casar, não teve a companhia de um cãozinho durante 6 anos… Até que…

Como o seu amiCÃO entrou em sua vida?

Meu AmiCÃO - Winie
Winie e “família” :D

Após nos mudarmos para um apartamento maior e cientes da maior flexibilidade de horários (que permitiria que o peludo não ficasse tão sozinho durante o dia), meu marido e eu resolvemos ter um cachorro. De início, pensei em adotar um filhote de SRD no CCZ. Mas como meu apartamento não é grande, achei melhor optar por uma raça de cão que tivesse um tamanho compacto e temperamento tranquilo como características principais.

Foi-se quase um ano pesquisando sobre raças que se encaixassem em nosso perfil e estilo de vida. Até que conheci o Shih-Tzu e achei que se enquadrava muito bem no que estávamos querendo. Um cão de baixa energia, independente, mas carinhoso e amoroso. Tranquilo e apegado aos donos. Tamanho pequeno, mas robusto, sem ser muito frágil. Perfeito para nós, era exatamente o que tínhamos em mente.

Quando chegamos ao canil para pegar nossa filhotinha de Shih-Tzu, conhecemos seus pais, avô e as três irmãs (sim, foi uma ninhada de quatro fêmeas!). Todos muito tranquilos e amistosos. A Winie foi a primeira a pular em meu colo e se aninhar. Era curiosa, mas tranquila e me apaixonei por ela de cara! Isto foi em janeiro de 2007, ela estava com 63 dias de vida. Hoje, já tem quatro anos e tem sido parte importante de muitos momentos emocionantes em minha vida.

O aprendizado

Meu AmiCÃO - Winie
Winie fofa *-*

Quando a Winie chegou em casa, achei que sabia muito sobre cães. Mas, no início do dia a dia ao lado de um filhote, percebi que não sabia nada, ainda tinha muito, muito a aprender com ela e sobre esses animais maravilhosos que nos trazem tanta alegria. A fase de filhote teve incidentes de destruição (que filhote não gosta de um rolo de papel higiênico balançando em sua fente?!?!), bagunça e xixis fora do lugar. Comecei a ler tudo que me caía nas mãos sobre adestramento e comportamento canino. O primeiro livro, que me ajudou muito (inclusive foi com ele que consegui ensiná-la a fazer as necessidades no lugar certo) foi o Adestramento Inteligente, do Alexandre Rossi. E eis que, através do livro cheguei ao site da Cão Cidadão, a empresa de adestramento e comportamento canino fundada pelo Alexandre. E eis que, depois de um período de desligamento do local onde trabalhava, um treinamento longo e intensivo, hoje sou uma das adestradoras da equipe e vivo feliz e contente com meu novo estilo de vida, já que alio a profissão de advogada com a de adestradora e entusiasta do estudo do comportamento canino. Além disso, meus estudos me levaram a uma maior conscientização sobre posse responsável, cuidados com os cães e me levou a começar o blog "Cão Amor", atividade que adoro também!

E adivinhem com quem fiz a prova final do treinamento para formação como adestradora? Com a Winie, claro! Aprendeu vários comandos, é bastante obediente e tranquila e me ajudou a passar na prova executando o comando "fica" de forma brilhante!!

O que vocês costumam fazer juntas?

A Winie está conosco praticamente em todos os lugares. Meus pais moram no interior de SP, e ela sempre nos acompanha a cada 15 dias, sendo a alegria dos dois queridos SRD de meus pais. Já esteve conosco em São Roque, Cunha, Juqueí, Praia Grande, Paraty. Não tem muito pique para longas caminhadas, mas gosta de cheirar tudo em passeios no parque. Quando estou entretida no computador, a pequena está ali perto, deitada, a companhia sempre presente, mas não um "grude" sem fim.

Meu AmiCÃO - Winie
Winie e seu momento de descanso e brinquedinho!

Manias da Winie

A Winie AMA garrafas pet! Adora rolar com elas na boca, amassar, levar para todos os cantos. É seu brinquedo preferido, sem a menor dúvida! Adora também bichos de pelúcia e bolinhas de tênis. Quer ver a Winie empolgada? Basta jogar bolinhas de tênis para ela! Ela também gosta de deitar em cima de nossos calçados (especialmente chinelos), certamente pois, nesses objetos, nosso cheiro está bem impregnado… E, quando está muito quente, a pequena se deita com as patas abertas, como se fosse um tapetinho (já sei que todos que convivem com um Shih Tzu relatam esta "pose" característica!).

Alguma situação divertida ou curiosa em que ela esteve envolvida.

Bom, em uma de nossas viagens a uma pousada, quando ela era um filhote com uns 6 meses de idade, eis que estávamos curtindo uma deliciosa brincadeira num gramado em frente ao chalé, mas a pequena, sociável do jeito que é, viu a porta de outro chalé aberta e não teve dúvidas: entrou correndo, subiu na cama para festejar o casal que descansava tranquilamente após o almoço! Nós morremos de vergonha e meu marido pegou-a rapidamente, pedindo mil desculpas pela "intromissão". Sorte que o casal se apaixonou por ela e deu muita risada da estripulia!

Meu AmiCÃO - Winie
Winie tapetinho! :D

Cassia, obrigada pela participação! Lambidinhas no focinho da Winie! Hahaha :P

Gostou da seção “Meu AmiCÃO“?
Deixe um comentário ou envie um e-mail para priscila@amocachorros.com.br

9 Comentários

  • Tamires

    a winie é linda vcs poderiam me ajudar a achar um site onde vende cachorros pequenos obrigada,é so para mim ver e insistir um pouquinho para minha vó me dar um obrigada!

    beijos

  • letícia machado

    eu amei a história da winie,ela é realmente muito linda.gostaria de aproveitar a oportunidade para pedir a vcs que são loucos por cachorro para me ajudar a realizar o sonho de minha mãe que é ter um poodle zero ela já teve duas cadelas poodle número um mas infelizmente a primeira morreu atropelada quando ela saiu de casa para socorrer uma amiga e a cadeinha foi atrás dela ,ela não viu e um carro a matou,minha mãe ficou desesperada e chorou durante meses e chora aé hoje quando lembra da lolly e olha que isso faz 10 anos.depois de 2 anos passados ela ganhou a belinha com 2 meses e ela se tornou a paixão da vida dela mais infelizmente a 4 meses atráz ela foi assassinada por um bandido que entrou na minha casa fugindo da polícia a belinha começou a latir desesperadamente e ele simplesmente quebrou o pescoço da bichinha minha mãe começou a gritar e ele ainda a ameaçou de morte depois disso minha mãe nunca mas foi a mesma está sofrendo de depressão e o médico disse que ela precisa se dedicar a alguma coisa mas ela não se interessa por nada como eu sei que o grande sonho dela é ter um poodle zero eu gostaria de pedir pois eu nãoi posso comprar sei que seria muito amado e isto ajudaria minha mãe eu desde já agradeço, eu moro em mesquita rio de janeiro,ah nos mudamos da casa onde a belinha morreu.

  • Tábata

    Muito interessante. Conheço a Cássia e adorei saber da história dela com a Winnie! :D
    é realmente muito legal saber dessas historias caninas

    Resposta de Priscila Magalhães:

    Tábata, eu adoro a história dela. :D E também acho muito legal conhecer história de amor e cumplicidade entre cães e humanos.

  • camila

    Meu nome é Camila e sou dona de um Shih Tzu há um mês, e sinceramente estou muito preocupada com o meu Bebe. Primeiramente é sobre a queda de pelo, que esta demais. Levei ele no dia primeiro de março na veterinária, e ela me disse que era normal, pois ele ainda estava com os pelos de quando ele nasceu. Fiquei tranquila, mas vi aqui no fórum, que não era normal comecei a me preocupar. Outra coisa é se o meu BB é smooth coat (será realmente que ele é) (como vou ter certeza?), estou tentando pesquisar sobre o caso, mas tudo é tão vago. O meu maior problema é que moro em uma cidade de 6 mil habitante, e não possui nenhum pet shop ou veterinário, quando levo o Lucky, levo em Governador Valadares que fica 90km daqui. Por favor me ajude

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.