Amo Cachorros

Tudo sobre cães e o universo canino

Meu AmiCÃO: Nadyne, “Drica e Emito”

7 de fevereiro de 2011  •  Meu AmiCÃO

Depois de um descanso, voltamos com a seção "Meu AmiCÃO". ;)

A convidada de hoje é a Nadyne, uma blogueira de 17 anos, que cursa Processos Gerenciais na UFSM e adora seus amiCÃES. Tanto que no finalzinho do ano passado, ela me enviou essa história para ser publicada no Amo Cachorros. :D
Nadyne, obrigada pelo carinho!!! ;)

Meus AmiCÃES
"Meu AmiCÃES": A história de Nadyne e seus amiCÃES!

Nomes, raças e idades

O Emito é o mais velhinho, ele é um Poodle tem 9 anos e 2 meses.

A Drica tem 7 anos e 1 mês e é da raça Fila (o pai é fila brasileiro, a mãe é outro tipo de fila).

Quando e como seus amiCÃES entraram em sua vida?

O Emito entrou em minha vida por meio de minha mãe. Como eu tinha apenas um pastor alemão o Capitão (e ele não gostava de crianças), minha mãe resolveu aparecer lá em casa com uma bolinha preta no colo. Eu perguntei pra ela o que era aquilo e ela disse: "O novo cachorro". Adoreeeeei, ainda mais que ele é pretinho! Adoro cachorrinhos pretos!

Eu não sei como minha mãe soube que o Emito estava para doação.

Compramos a Drica após a morte do Capitão. Como moramos em um bairro movimentado, teríamos que ter um cachorro guardando a casa. Resolvemos então, comprá-la. Quando fomos escolher um cachorro, a Drica era a mais ativa e a mais bonitinha. Soubemos dela por meio de uma veterinária nossa.

O que vocês fazem juntos? Quais são os tipos de brincadeiras e atividades?

Eu e o Emito adoramos brincar de bolinha, por ele ser meio cego ele tem que ter bolinhas fluorescentes pra enxergar.

Ele adora subir no sofá, mesmo sabendo que não pode.

O Emito corre pra lá e pra cá com a Drica e cansa super fácil.

Adora passear na rua, mijar em tuuuuudo e farejar qualquer cheiro diferente que estiver no chão.

O carinho que ele mais gosta é na barriga, ele chega a te olhar pedindo carinho quando nós paramos de fazer.

A Drica é uma cadela super dócil e queridinha, adora a atenção das pessoas. Ela gosta de ficar com as duas patas no nosso colo, é só o que cabe dela.

Ela é enorme e fica quase do meu tamanho de pé. Adora dar a pata e quando ela faz isso, fazemos carinho na pata dela.

Gosta de correr, brincar de "mordidinhas" e carinho no pescoço.

A Drica é muuuuito babona, quando nos vê comendo algo, começa a lambuseira de baba no chão.

Meu AmiCÃO: DricaMeu AmiCÃO: DricaMeu AmiCÃO: Drica
Meu AmiCÃO: Drica

Seus amiCÃES tem manias?

O Emito quando passeia sempre faz cocô em calçadas, nunca em gramas. Tem mania de puxar aquela guia até quase se enforcar. Como ele não enxerga à noite, vive se batendo nos móveis e nas paredes, e mesmo assim ele anda rápido fora de casa.

Quando soltamos a Drica, o Emito morde as pelancas dela, mas não muito forte, e ela não ta nem aí pra ele. Tem vezes que eu tento entender como ela é tão calma com ele.

O Emito adora rosnar pra tudo, quando vamos pegar ele no colo, quando vamos pegar a bolinha dele, mas ele tem uma mania muito engraçada: quando entra alguém no pátio ele não faz nada, mas quando essa pessoa vai embora ele morde os calcanhares dela. Hahaha. Eu acho engraçado, pois o nosso pastor alemão fazia o mesmo, ele deixava o ladrão entrar, mas não deixava sair.

A Drica é uma cadela que quer sempre estar no colo, mas ela não tem noção nem do tamanho e nem da força dela. Quando ela brinca de mordidinhas, acaba forçando muito os dentes no nosso braço e às vezes até machuca. Quando ela inventa de correr ela nos dá umas batidas fortes.

Uma mania que ela tem é de comer a comida do Emito e tomar a água dele, pois ela é muito ciumenta e tudo o que dissermos pra ela que é do Emito, ela quer.

Situações curiosas

O Emito é um cachorro de sete vidas. Quando ele era pequeno, o nome dele era Brigadeiro e teve um dia que ele comeu veneno de rato. Ele ficou mal e quase morreu!

Meu AmiCÃO: EmitoMeu AmiCÃO: EmitoMeu AmiCÃO: Emito
Meu AmiCÃO: Emito

Meu pai disse: "Se esse cachorro sobreviver, ele vai ter o nome de um cachorro quando eu era criança, vai ser Emito".

Desde então ele já passou por bons bocados. Ele já distendeu a pata traseira, já comeu muito até ter uma infecção estomacal e já fugiu de casa e ficou fora por quatro dias.

Um dia eu fui para o cursinho e o Emito não estava em casa. Achávamos que ele estava no porão, mas ele não estava em lugar nenhum. Começamos uma busca, passamos por vilas e vilas, pegando dicas de onde ele estaria.

Essa busca durou quatro dias até acharmos ele em uma casa em um vilarejo próximo. O Emito estava brincando com uma menininha, quando o encontramos, ele ficou radiante de saudade. Pude ver nos olhinhos dele, que ele sentia saudade de estar conosco.

Infelizmente tivemos que levá-lo embora, mas demos uma recompensa em dinheiro, para aquela família pobre.

Durante a procura pelo Emito, soubemos que ele foi roubado por um carroceiro. Ele pulou da carroça e saiu rua a fora nessa vila. Um homem que trabalhava em uma mecânica foi a nossa salvação, ele disse que viu um cão preto quase ser atropelado por um caminhão e ele estava muito assustado. Fomos de casa em casa e encontramos o senhor que achou o nosso Emito.

A seção "Meu AmiCÃO" é publicada toda semana e serve para compartilhar as histórias de leitores e seus amiCÃES. ;) Caso você queira participar, entre em contato através do e-mail: priscila@amocachorros.com.br com o título: "Meu AmiCÃO"