Amo Cachorros

Tudo sobre cães e o universo canino

[Eu fui] 3ª SP Dog Run no Shopping SP Market

13 de abril de 2016  •  Corrida

SP Dog Run3ª SP Dog Run

No domingo, 10 de abril de 2016, aconteceu a 3ª SP Dog Run, a cãorrida e cãominhada realizada dentro do Shopping SP Market, localizado na zona sul de São Paulo.

Retirei meu kit no sábado, mas também era possível retirar o kit no dia da prova. A retirada nos dois dias estava tranquila e sem demora. E como sempre ocorre com os kits da SportFuse, este estava recheado. No kit desta 3ª edição tinha multivitamínico, cápsulas de óleo de coco, granola, snacks, amostra de shampoo para cães, saquinho para recolher fezes, batata doce desidratada especial para cães e mais. O modelo da camiseta era igual ao da SP Run.

As largadas da cãorrida e cãominhada foram separadas, mas ambas fariam o mesmo percurso de 2km. Às 8h30 foi a largada para a corrida e às 9h foi a largada para a caminhada. Participei da corrida e a largada foi bem agitada, com muitos latidos e alguns cães tropeçando, fora isso e algumas "sujeirinhas" pelo caminho, a corrida foi bem divertida. Infelizmente, o tempo estava quente e seco e isso afetou o desempenho de muitos cães. Havia um ponto de hidratação no meio do caminho, mas a Marvel não quis beber, então aproveitei a água para molhar o corpinho e focinho dela.

Já participei de corridas no SP Market, mas sem cachorro. Estava ansiosa para participar dessa SP Dog Run e ter a experiência de correr acompanhada da Marvel, minha cachorrinha de um ano. Correr com ela foi um desafio totalmente diferente, considerando as dificuldades respiratórias que buldogues possuem, a Marvel me surpreendeu por ter corrido de verdade. Ela é cheia de energia e adora correr. Na largada utilizei o comando “corre Marvel” e ela voou. Completamos o percurso em 13 minutos e 28 segundos.

3ª SP Dog Run no Shopping SP Market - São Paulo/SPSiga-nos no Instagram: www.instagram.com/amocachorros_

O kit pós-prova tinha torrone, barrinha de cereal, banana, maçã, bebida de guaraná com açaí e cookie para os cães. A organização da prova ofereceu aos participantes: massagem para cães e donos, multivitamínicos para os donos, “esmaltação” para as mulheres, amostra de cerveja e comida natural para os cães, exposição dos produtos da campanha Desabandone e muito mais.

Vale a pena dar algumas dicas para quem for participar de uma corrida ou caminhada com o seu melhor amigo:

Confira mais dicas de passeios com cachorros!

Gostei muito da experiência e estou ansiosa para uma próxima.
Obrigada Pet Party pelo convite. :)

[Dica] Recebendo uma visita canina em casa

11 de março de 2016  •  Cuidados Essenciais, Diversos

*Por Vagner Rodrigues

Em algumas ocasiões você precisa viajar e seu cachorro precisa de um abrigo por uns dias. Em outras vezes é um amigo que precisa hospedar o seu cão em sua casa. Mas antes de aceitar este convite por completo é preciso saber e “testar” algumas coisas antes.

Cães são territorialistas por natureza, demarcam sua zona de controle com seu cheiro (e urina) e nem sempre gostam que seu espaço seja “invadido” por muito tempo. Por isto o portal Oba comenta alguns critérios para uma hospedagem onde todos possam passar bons dias de divertimento e não de estresse em seu apartamento ou casa.

Se você não conhece muito bem o cãozinho do seu amigo, é bacana ir conhecê-lo em alguma praça ou local neutro do território dos dois caninos envolvidos. Isto faz com que eles fiquem mais abertos a receber outro cão, pois não estarão tentando defender seu espaço ou ficando enciumados por ver seu dono acariciando outro cão justo no sofá que ele gosta tanto de cochilar.

Observar o comportamento entre os dois pets é essencial, pois pode identificar sinais de estresse ou agressividade. Nos primeiros instantes pode rolar algo assim, mas com o passar de alguns minutos tudo tende a melhorar. Se houver tentativa de ataque ou algo mais grave entre eles, é legal considerar em não hospedar e ajudar seu amigo a encontrar outra pessoa, talvez sem cachorros ou gatos - se a agressividade parte do outro cão - para abrigá-lo pelo período.

Linguagem Corporal Canina

Correndo tudo bem neste encontro canino, é legal observar bem como o dono, seu amigo, interage com o seu cãopanheiro para aprender o que o agrada e repetir enquanto estiver com você a sós. Assim vai reduzir a sensação de abandono e estranheza dele por estar alguns dias sem ver o seu humano por perto.

Quando for o dia de receber seu hóspede, faça o encontro dos dois cachorros novamente fora de casa e leve os dois juntos para lá após o encontro externo. Enquanto eles se reconhecem e brincam, converse com seu amigo sobre a rotina dele, necessidades, manias e detalhes que vão ajudar você a dar um melhor acolhimento a sua visita.

Peça para que traga o quanto baste de ração, alguns brinquedos que goste, talvez até uma peça de roupa do seu amigo com o cheiro dele para que seu hóspede canino possa sentir-se bem. Também é bacana trazer a caminha ou alguma manta que ele gosta de dormir.

Com tudo isto em mãos, estabeleça um cantinho para comida e água e um outro para ser a cama do seu hóspede (com brinquedos, roupa do dono e manta). Assim seu próprio cão ficará mais sossegado e sentir-se menos oprimido com o hóspede.

E lembre-se bem: leve-os para passear e brincar juntos, brinque com ambos em sua casa dando o mesmo carinho e atenção para eles. Se o nobre hóspede for um pouco bagunceiro ou destruidor, guarde as coisas que ele costuma ter como alvo e fique monitorando suas atividades para chamar a atenção dele e desviar o foco.

Tudo isto vai garantir uma estadia tranquila e animada, certamente uma experiência agradável para todos os envolvidos, sejam humanos ou caninos. ;)

Nas fotos são Chico e Caetano, os amores do Vagner Rodrigues – que escreveu este texto. Chico foi adotado primeiro, depois de quase dois anos veio o Caetano e procedi com a adaptação deste modo – não era uma hospedagem, mas envolvia dois cãopanheiros para longa data. <3

*Colaboração especial para o Amo Cachorros: Vagner Rodrigues - Editor do site Oba.

[Cuidados Essenciais] Espaço não é documento

10 de março de 2016  •  Diversos

*Por Dr. Augusto Pegoraro

O bem estar e conforto do seu pet não estão diretamente ligados ao tamanho da sua casa ou apartamento. Nenhum pet é mais ou menos feliz por causa do tamanho da moradia do seu tutor. Esse é um fator que não pode ser observado de maneira isolada; além do espaço disponível, há muita coisa envolvida. É possível que o pet viva bem em um pequeno apartamento.

Post - Espaço não é documento

O que todo animal precisa é de um cantinho para chamar de seu! Para o aconchego e bem-estar dos cães, precisam de um lugar exclusivo, arejado, com água sempre fresca e higiene adequada. É importante que entendam onde é o lugar deles, independente da estrutura da casa. Os cães precisam ter a ciência de onde é o lugar para dormir, onde estão a sua água e comida, onde é o lugar de suas necessidades fisiológicas, para que exista a harmonia entre o cão e seu tutor. Apesar de enxergarmos nossos pets como membros da família, os cães nos enxergam como parte de sua matilha. Por isso, determinar os locais para o cachorro é uma forma de mostrar a hierarquia. Sem esse controle, o cão pode ter um comportamento impróprio, pois não respeita a liderança.

Os pets se adaptam fácil ao meio em que vivem e à rotina de seus tutores, porém há alguns cuidados que devemos tomar para a segurança, comodidade e saúde deles. De modo geral, a dificuldade que podemos encontrar não é necessariamente com o espaço da casa e sim com o nível de atividade que conseguimos oferecer ao pet. Todos os cães necessitam de exercício físico, uns com maior intensidade e frequência do que outros. Quando a casa tem bastante espaço e conta com um quintal, normalmente o cachorro faz sua atividade física durante o dia, correndo, pulando e brincando no espaço disponível. No caso de casas menores, sem quintal ou área externa livre, é necessário destinar um esforço maior para que o cachorro supra sua necessidade de atividade, levando ele para passear mais vezes, estimulando brincadeiras e caminhadas. Um cachorro grande exige um espaço maior, para que ele não se machuque ou derrube as coisas ao seu redor.

Post - Espaço não é documento

Por esses motivos, quando vamos realizar uma mudança ou alguma reforma na casa em que vivemos, precisamos pensar em alguns detalhes para garantirmos a segurança e conforto de nossos pets. Quando já temos o cachorro no momento de mudança, fica mais fácil para adaptar o ambiente as necessidades dele, pois o tutor já conhece o seu comportamento e suas necessidades, de forma que é possível prever as melhores condições para ele.

Para quem gosta de plantas e costuma cultivá-las, é importante saber que existem mais de 500 plantas que podem ser potencialmente toxicas para o seu pet, se ingeridas. Por isso, cuidado com filhotes e cães que têm o costume de brincar no jardim, ou que são muito curiosos. O ideal é evitar que o cão fique na área com as plantas sem monitoramento.

É importante estar sempre atento à escolha dos produtos de limpeza que irá utilizar em sua casa, nas áreas de acesso de seu pet, evitando produtos tóxicos a eles, como, por exemplo, creolina, soda caustica, polidores de pisos e móveis, removedor e cera liquida, que são perigosos no contato com a pele e com a ingestão. Como os cães são curiosos, procure estocar seus produtos de limpeza longe do alcance deles, para evitar acidentes. Em alguns casos, o pet pode ter uma alergia específica de algum produto de limpeza. Nesse caso, o mais adequado é procurar o seu veterinário de confiança para descobrir o que poderá substituir o produto para a limpeza da sua casa, além de receber a orientação adequada para o tratamento do seu bichinho de estimação.

*Colaboração especial para o Amo Cachorros: Dr. Augusto Pegoraro é médico veterinário e gestor comercial da BioDog, uma empresa de petiscos caninos naturais e saudáveis.

[Cãorrida] 3ª SP Dog Run

9 de março de 2016  •  Corrida

3ª SP Dog Run acontece no Shopping SP Market
Uma Cãorrida e Cãominhada que coloca os cães e seus donos na mesma linha de chegada

Mais uma vez o seu melhor amigo poderá acompanhá-lo em uma cãorrida e cãominhada. No dia 10 de abril (domingo), acontece a 3ª SP Dog Run, uma competição esportiva em que cães e seus donos formam uma equipe, realizada no estacionamento do Shopping SP Market.

As inscrições já estão abertas e podem ser feitas por meio do site www.spdogrun.com.br até o dia 06 de abril ou até preencher o número total de vagas, que é de 1.500 duplas.

O evento canino possui duas modalidades de prova, Cãorrida e Cãominhada, em um percurso de 2km. Na Cãominhada, podem participar pessoas da família com um cachorro, ou uma única pessoa com mais de um cachorro. Já na Cãorrida, participam apenas um dono e o seu cachorro.

Os horários de largada variam de acordo com cada modalidade. Os participantes da Cãorrida sairão às 8h30. Já a Cãominhada será às 9h.

Haverá uma medalha de participação para todos que completarem o percurso. Na Cãorrida, troféus do 1º ao 5º colocado, masculino e feminino.

Toda a estrutura do evento foi pensada para oferecer conforto e segurança aos participantes. As provas são acompanhadas por equipe médica, que inclui especialistas em saúde humana e animal. Além da cãorrida e cãominhada, o evento terá inúmeras atrações.

O valor da inscrição para a prova é de R$40,00 (+ taxa de conveniência) por participante e dá direito a um kit pré-prova, que inclui camiseta oficial do evento e brindes dos patrocinadores. Ao final da prova, todos os participantes receberão outro kit, dessa vez com água e frutas, para repor as energias, além de mimos e medalha.

A retirada do kit será feita no dia 09 de abril, das 13h às 21h, no Atrium do Shopping SP Market. Será obrigatório apresentar documento de identidade com foto, junto com o comprovante de pagamento da inscrição, realizada via internet.

 

3ª SP Dog Run

3ª SP DOG RUN - Dia 10 de abril
Inscrição:pelo site www.spdogrun.com.br até o dia 06 de abril ou até preencher o número total de vagas, que é de 1.500 duplas.
Taxa de inscrição: R$ 40,00 + taxa de conveniência
Entrega dos kits de participação: 09 de abril, das 13h às 21h, no Atrium do Shopping SP Market
Endereço: Avenida das Nações Unidas, 22.540
Horário de abertura dos portões: 7h
Horário da largada:

  • Cãorrida: 8h30
  • Cãominhada: 9h

Organização: Pet Party e da Sports Fuse.

Release

BioDog Bifinhos Adestramento

9 de janeiro de 2016  •  Produtos Legais, Release

O melhor sabor de churrasco, no tamanho ideal para bonificar seu melhor amigo!

 A BioDog, sempre preocupada com o paladar canino e apaixonada pelos pets, teve o cuidado de produzir suculentos bifinhos com ingredientes rigorosamente selecionados. Feitos com carinho, no tamanho ideal para bonificar seu melhor amigo, o BioDog Bifinho Adestramento é rico em proteínas e possuem baixas calorias.

Saudável e saboroso, o BioDog Bifinhos Adestramento é a melhor opção para agradar o seu cão! Pode ser oferecido como agrado ou recompensa ao Pet, durante o lazer ou o adestramento. Você encontra os Bifinhos Adestramento no sabor churrasco, com 550g na embalagem, no valor de R$ 23,99. Destinado a todos os portes, raças e idades de cães. 

Feito com carinho para o seu melhor amigo!

Bifinhos BioDog

Produto de alta qualidade que ressalta o compromisso que a BioDog possui com os cães e seus tutores.

Os produtos da BioDog estão à venda nos principais PetShops da cidade, grandes lojas e lojas virtuais do segmento pet. 

Sobre a BioDog

BioDog é uma empresa da BioPet, do Grupo Adeste que tem mais de 60 anos de tradição e mais de dois mil colaboradores. A BioPet foi inaugurada em 2003 em Botucatu (SP) e fabrica petiscos 100% naturais para cães e snacks com rígido padrão de qualidade e a mesma segurança exigida na indústria alimentícia humana. Em seu portfólio há ossos, snacks de carne desidratada e bifinhos, que ajudam no bem-estar, saúde bucal dos cães e que também servem para agradar ou recompensar o Pet nos momentos de lazer e adestramento.

Para mais informações, acesse:
www.biodog.com.br / www.facebook.com/biodogbrasil / www.instagram.com/biodog_oficial

*Este post não é um publieditorial.

Release